Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 23 DE AGOSTO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  22/08/2017   FGTS: Só 4% do orçamento para infraestrutura foi usado em 2016; saneamento usou 6,5% - Dos R$ 13 bilhões em créditos disponíveis para as ...     22/08/2017   6 anos após acidentes, China vai relançar os trens mais rápidos do mundo - Serviço voltará a atingir velocidades de até 350 km/h; 40 pess...     22/08/2017   Hidrelétrica de Itaipu e Eletronuclear devem ficar de fora de privatização da Eletrobras, diz ministério - Ministro de Minas e Energia af...     22/08/2017   BMW Motorsport apresenta o novo M5 - São Paulo — A BMW Motorsport apresenta o novo BMW M5, que combina com perfeição o luxo de um sedã de...     22/08/2017   Novas regras da ANTT viabilizam descontos em passagens interestaduais - Tarifas mais baratas poderão valer para trechos isolados, e todas...     22/08/2017   AB Colinas realiza ação de segurança viária para pedestres em Campinas - A AB Colinas, com apoio da Artesp (Agência Reguladora de Transpo...     22/08/2017   Ecovias realiza simulado de acidente com carga perigosa - Treinamento terá uma vítima grave resgatada pelo helicóptero Águia, da Polícia ...     22/08/2017   Segurança viária: Cascavel recebe Café na Passarela - A Ecocataratas realizará nesta terça-feira (22), a partir das 7h, a ação Café na Pa...     22/08/2017   Artesp apresenta concessões rodoviárias paulistas em fórum sobre infraestrutura - Diretor da Agência apresentou os resultados positivos d...     22/08/2017   "Resto" de asfalto da BR-163 recupera de vicinais a estacionamentos de escola - Material fresado é doado pela Rota do Oeste para encascal...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

11/08/2017

China deve prometer a Temer mais investimento e acordos comerciais

Destaques

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

11/08/2017 - Valor Econômico

O presidente Michel Temer fará visita oficial à China no dia 1º de setembro, na qual poderão ser fechados mais negócios entre os dois grandes emergentes, num momento em que a relação ganha maior dinamismo e integração estratégica.

A expectativa é que durante a visita, que antecede a cúpula do grupo dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), sejam "anunciados ou referendados" investimentos em portos e, possivelmente, em refinaria, além de vários acordos na área comercial. A compra de empresas de engenharia brasileiras por capital chinês pode crescer com a evolução das discussões bilaterais.

No rastro do encontro de Temer com o presidente Xi Jinping, em Pequim, espera-se que o governo chinês aprove a compra de cerca de 20 aviões da Embraer por companhias locais. Isso num contexto em que os próprios chineses tentam impulsionar seu primeiro jato regional no mercado. Hainan e Tanjin Airlines estão entre as companhias aéreas com negócios com a Embraer.

Também é esperado que a China anuncie a habilitação de mais frigoríficos brasileiros a exportar carnes para o mercado chinês. Atualmente há cem pedidos, mas ninguém acredita realisticamente que todos sejam liberados de uma vez.

Em Pequim, o embaixador brasileiro Marcos Caramuru considera que a relação bilateral ganhou maior grau de amadurecimento e complementaridade estratégica "em que os dois são ganhadores" e precisam do que o outro tem a oferecer.

A relação não tem querelas políticas. E isso se combina com o plano chinês de canalizar seu excesso de poupança em investimentos em várias partes do mundo para equilibrar os riscos. "Novas formas de interação entre o Brasil e a China são exploradas", diz Caramuru. "'Isso se dá em grande medida porque poucos mercados emergentes têm a dimensão, potencial e as oportunidades positivas do mercado brasileiro".

O resultado é que a gigante elétrica chinesa State Grid tem 20% de seus ativos no exterior, dos quais metade no Brasil. A China Three Gorges Corporation, estatal responsável pela construção da hidrelétrica de Três Gargantas na China, escolheu o Brasil como um país prioritário em sua estratégia de crescimento internacional. Tem 10% dos ativos no exterior, dos quais 30% no Brasil.

Bancos chineses, que antes se estabeleciam comprando patentes de bancos brasileiros ou sendo autorizados a operar pelo Banco Central, agora buscam joint ventures. O grupo chinês Fosun, que comprou uma participação na gestora Rio Bravo, busca áreas completamente novas, como hospitais, imobiliário e entretenimento.

Bancos chineses, que antes se estabeleciam comprando patentes de bancos brasileiros ou sendo autorizados a operar pelo Banco Central, agora buscam joint ventures. O grupo chinês Fosun, que comprou uma participação na gestora Rio Bravo, busca áreas completamente novas, como hospitais, imobiliário e entretenimento.

A persistente crise política brasileira aparentemente não provoca questionamentos na China. O país não mostra normalmente preocupação com assuntos internos dos parceiros. Apesar de queixas sobre a complexidade do sistema tributário, por exemplo, os chineses acham que podem operar corretamente no ambiente de negócios brasileiro.

"O que encontro nos investidores chineses é uma imensa disposição de investir no Brasil", relata o embaixador brasileiro em Pequim. "O que mais ouço aqui [na China] é detentores de capital e de serviços mais sofisticados dizendo que estão atrás de projetos no Brasil."

Caramuru destaca também a progressão da relação comercial. As exportações brasileiras para a China cresceram 33% este ano ante alta de 18% no mundo. As vendas para o mercado chinês alcançaram USS 30,7 bilhões entre janeiro e julho (24,3% do total exportado), o dobro do que o país vendeu para os EUA e o triplo do que foi para a Argentina.

Por sua vez, as importações procedentes da China aumentaram 11,5% ante alta de 7% do mundo inteiro. O Brasil comprou US$ 14,5 bilhões (17,3% do total importado no período), pouco milhões a menos do que importou dos EUA.

De um lado, o Brasil é um supridor essencial de alimentos para a China. Cerca de 50% da soja importada pelos chineses vem do Brasil, assim como 82% das importações de frango e 30% de carne bovina.

De outro lado, a constatação em Pequim é que, à medida que os investimentos no Brasil voltem a ter sinalização positiva, a capacidade da China de penetrar no mercado de bens e equipamentos no Brasil tende a ser maior do que a de outros países.

Ou seja, o fato de o Brasil ter penetrado no mercado de alimentos chinês criou vínculos sólidos. E quanto às importações brasileiras, a China aparece com mais capacidade de abastecimento e competitividade que os demais países, diz Caramuru. A visita de Temer, que tem boa relação pessoal com Xi Jinping, é vista com potencial de aumentar a confiança de investidores chineses.

Quanto a financiamentos chineses para o Brasil, o embaixador diz que "são fluidos" e estão acontecendo normalmente, ilustrando o incremento na relação bilateral.

 

Por Valor Econômico - SP

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

FGTS: Só 4% do orçamento para infraestrutura foi usado em 2016; saneamento usou 6,5%

Manutenção de rodovias recebe mais recursos do que construção

Investimento federal em rodovias não chega a 0,5% do PIB

Congresso ABCR busca solução para impasse no setor de concessão de rodovias

Alto Custo e falta de política pública limitam uso de veículos elétricos no país

6 anos após acidentes, China vai relançar os trens mais rápidos do mundo

Hidrelétrica de Itaipu e Eletronuclear devem ficar de fora de privatização da Eletrobras, diz ministério

BMW Motorsport apresenta o novo M5

Novas regras da ANTT viabilizam descontos em passagens interestaduais

AB Colinas realiza ação de segurança viária para pedestres em Campinas

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística